Radar do Ceará

Qual o compromisso real do Governo do Ceará com a democracia?

Os regimes democráticos com vitalidade e longevidade são marcados por poderes institucionais fortes e por uma cidadania crítica e ativa!

Tanto a vigilância dos Poderes como a consciência cidadã são forjadas com mais intensidade quanto mais amplas forem a liberdade, a autonomia e a qualidade do papel de controle social exercido pela Imprensa! Em outras palavras, conviver com respeito e compreensão às críticas e indagações da Imprensa e dos jornalistas é um papel dos democratas e, institucionalmente, uma tarefa permanente de governos efetivamente comprometidos com a democracia.

Pois bem, muito estranhamente o atual Governo do Estado do Ceará, por meio das suas instâncias oficiais de advocacia, acionou judicialmente um respeitado jornalista cearense, com o objetivo de cercear o seu livre e necessário exercício de questionamento e cobrança dos poderes públicos e de eventuais ocupantes de cargos em governo. O mais grave é que o jornalista simplesmente relata e cobra explicações a respeito de fato público noticiado pelo Diário Oficial do Governo do Estado. Ou seja, apenas reproduz o que são dados oficiais.

Além do equívoco do próprio instrumento jurídico, que faz do Governo do Estado, institucionalmente, reclamante de ação judicial contra o jornalista e a matéria publicada, fica a estranheza da motivação política do governador e do seu Governo! Que tipo de exemplo e que prática está se “abrindo a guarda” para serem reinstitucionalizadas em nosso Estado?

Que natureza de compromisso com as liberdades e com o livre exercício da Imprensa estão sendo efetivamente quebrados? Bom registrar que todas as instâncias representativas da categoria profissional dos jornalistas e da Imprensa (Sindicato dos Jornalistas do Ceará, Federação Nacional dos Jornalistas e Associação Cearense de Imprensa) se manifestaram contra a infeliz e preocupante ação do Governo do Estado do Ceará!

Defender a democracia é muito mais do que apenas ser contra as ditaduras! Ser democrata deve ser um ato e responsabilidade de vida para quem está na militância da política mas, especialmente, para quem tem a responsabilidade de liderar o Estado!

Lutaremos contra toda natureza de retrocessos no Ceará, mas muito especialmente aos rompantes vinculados à prática política que tanto pode inspirar como corroer a esperança e a auto estima do povo.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Preencha abaixo e se inscreva gratuitamente